Total de visualizações de página

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

abstecimento


Água


Sabesp pede economia de água no feriado de Natal e Ano Novo

A Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) informa que montou um esquema especial para garantir o funcionamento pleno dos sistemas de saneamento e o bom atendimento à população que vai passar o feriado prolongado de Natal e Ano Novo no litoral norte. A empresa informa que foram investidos R$ 9 milhões na aquisição de estação de tratamento de água compacta, melhorias nas estações de tratamento de água, perfuração de poços em São Sebastião e Ubatuba; e, em Caraguá, foi feita a interligação dos reservatórios Palmeiras Norte e Benfica por meio de 4 quilômetros de tubulações, substituição de mais de 10 mil hidrômetros e 5 mil ligações de água; construção de reservatórios e disponibilização de redes auxiliares para reforço na distribuição, 25 geradores de energia, três guindastes e 30 conjuntos moto-bomba, entre outros. Um total de 300 funcionários ficarão em regime de plantão 24 horas; 16 caminhões-pipa ficarão à disposição da população nas quatro cidades e polos avançados de atendimento serão implantados em pontos estratégicos.  

Segundo a empresa, apesar de todos os investimentos é fundamental que a população evite o desperdício. Como? No período entre o dia 26 de dezembro e o dia 5 de janeiro; e, nos finais de semana de janeiro, quando o fluxo de turistas será intenso, é fundamental que as pessoas (moradores, veranistas ou turistas) evitem lavar calçadas, quintais e carros. Regar plantas e jardins, apenas uma vez por dia e no final da tarde. No período citado acima, principalmente, das 19 às 22 horas, o consumo de água será dos maiores. Poderá haver queda na pressão da água em bairros. Quanto maior a economia melhor será para todos. Os mananciais do Litoral Norte são predominantemente de superfície com escoamento rápido para o mar. Desta forma, o equilíbrio hidrológico se dá por meio das chuvas, as quais, se ocorrerem em níveis satisfatórios, não prejudicarão o abastecimento. Existe apenas uma preocupação: em caso de chuvas fortes, o abastecimento pode ser suspenso por algumas horas para limpeza dos reservatórios

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Verão Caraguá


Fim de Ano

Confira a programação e as informações para ter um natal e um fim de ano tranqüilo a beira mar.  

Praia Martim de Sá
Começou a correria de natal e ano novo. Não tem jeito, brasileiro é assim mesmo, deixa tudo para a última hora. Vamos receber muita gente, já a partir deste fim de semana. Há uns dois anos, turistas e veranistas alteraram suas rotinas e passaram a curtir o natal com a família a beira mar. Muito legal. Tudo em família. Muita gente deixou de freqüentar o Litoral Norte no fim de ano por causa da agitação. Essa turma, prefere vir depois do dia 5, quando reduz e muito o número de pessoas na região. A previsão é que no fim de ano mais de um milhão de pessoas circulem pela região. Ao longo de toda a temporada de verão mais de 2,5 milhões de turistas vão circular por aqui. É gente para caramba...

As prefeituras estão adotando medidas para atender os turistas. Em Caraguá, maior cidade da região, o prefeito Antonio Carlos já definiu todas as ações que serão adotadas e, inclusive os eventos para que moradores, veranistas e turistas tenham uma temporada mais segura e tranqüila. Quem pretende vir para Caraguá terá que ter paciência nas estradas. As rodovias dos Tamoios e a Rio-Santos terão muita fiscalização e radares. No trecho de serra da Tamoios o limite de velocidade vai variar de 30 a 40 kms por hora. A Rio-Santos terá muitos radares, inclusive, os chamados “inteligentes”  que checam todas as informações do veículo e muitos bafômetros. Em Caraguá, a policia militar especializada em trânsito fará fiscalização e blitzes em várias avenidas ao longo do dia e da noite. A PM local terá um reforço de 240 homens. Haverá reforço no atendimento do UPA e na Casa de Saúde Stella Maris.
Vamos falar da programação de natal e fim de ano a beira mar. A prefeitura de Caraguá já tem programação definida e bastante diversificada. Confira a programação do período do natal e janeiro: 

Natal

18 qui – 20h30 – Cantata - Coral da Igreja Presbiteriana do Brasil – Praça Dr. Cândido Motta

 19 sex – 20h – Peça teatral musical “Pastoril 2014 – Jornada para Belém”, com a participação da Banda Municipal Maestro Carlos Gomes – Praça Dr. Cândido Motta
          20h30 – Tocata - Camerata de Cordas da Fundacc – Praça Dr. Cândido Motta

20 sáb – 20h30 – Parada de Natal – Ruas do Centro
             – 21h – Espetáculo “Água Viva Coral – 20 Anos de História” – Teatro Mario Covas

21 dom – 20h30 – Concerto de Gala com a Concert Beach Orquestra – Praça Dr. Cândido Motta
23 ter – 19h – Concerto de Natal Padre André Luiz Ouriques e Concert Beach Coral e Orquestra – Praça do Caiçara

26 sex – 20h30 – Roda de Viola –  Praça Dr. Cândido Motta
27 sáb – 20h30 – Retreta com a Banda Municipal Maestro Carlos Gomes – Praça Dr. Cândido Motta

          – 21h – Recital “Cantares Natalinos” – Catedral Divino Espírito Santo

Shows de Verão

27- Sábado, 23h, no Centro de Eventos do Porto Novo- Turma do Pagode

28- Domingo, 23h, Zezé de Camargo e Luciano

29-Segunda-Feira, 22h, Luan Santana

30-Terça-feira, 23h, Grupo Pixote

31-Quarta-feira, 23h, Show de Reveillon, com Giovany Reis e Fabricio

                              22h, no Massaguaçu, show com Zirinho e Banda.

Show Pirotécnico

A chegada de 2015 será animada em cinco praias de Caraguá. Haverá queima de fogos no Centro de Eventos do Litoral Norte (Porto Novo) e nas praias do Centro, Indaiá, Martim de Sá e Massaguaçu. Também estão programados shows musicais no Porto Novo e na Massaguaçu. A queima de fogos no Indaiá será às margens do Rio Santo Antonio, próximo da pista de bicicross. No Centro, a área destinada ao show pirotécnico fica ao lado da pista de skate, na Avenida da Praia.  Já na Martim de Sá, as baterias estarão montadas na Praça Antonio Fachini. No Massaguaçu, a festa será na Praça Irmã Lucila.  Quem estiver na região Sul pode assistir os fogos no Centro de Eventos do Litoral Norte (Porto Novo).  

Prefeitura

Confira o que abre e fecha na Prefeitura no natal e ano novo. Em decorrência dos feriados de Natal (25 de dezembro) e Réveillon (1º de janeiro), o Governo Municipal de Caraguá informa os horários de funcionamento dos prédios públicos durante as festividades. No dia 24 de dezembro (quarta-feira), o expediente no Paço Municipal e demais secretarias será ininterrupto até às 12h. As atividades retornam normalmente nos dias 29 e 30 de dezembro (segunda e terça), após o feriado prolongado de Natal. Na semana do Réveillon foi decretado ponto facultativo nos dias 31 de dezembro (quarta-feira) e 2 de janeiro (sexta-feira). O expediente normal será retomado no dia 5 de janeiro (segunda-feira). A Zona Azul na área central da cidade terá funcionamento normal, das 9h às 18h, exceto aos domingos e feriados (25 de dezembro e 1º de janeiro). Estão mantidos os serviços essenciais à população como coleta de lixo, saúde, trânsito e Defesa Civil. A expectativa da prefeitura é de que Caraguá receba aproximadamente 500 mil visitantes (turistas e veranistas).

Telefones de plantão

Trânsito – 0800 778 8080/ SAMU – 192/Polícia Militar – 190/Defesa Civil – 199

Trânsito 

Haverá um esquema especial de fim de ano para o trânsito. Haverá a implantação da operação descida na rodovia dos Tamoios, através de programação da DERSA, que terá início no dia 26/12/2014. Na cidade, será implantado desvios, apenas no dia 31/12/14, quando ficará proibido o trânsito de veículos na Avenida Dr Arthur Costa Filho (Av da Praia) a partir das 19:00 hs, a partir da rotatória da Avenida Prestes Maia, até a Avenida Engº João Fonseca, no sentido Centro – Martim de Sá.  Nos finais de semana e no período da noite haverá plantões de agentes de trânsito. As denúncias sobre som alto em veículos poderão ser feitas através do 08007788080 da Secretaria de Trânsito ou no 190 da Polícia Militar, que contará com equipes preparadas para agir nos casos de perturbação do sossego, como vem ocorrendo durante todo o ano em curso. O telefone 190 poderá ser acionado também nos casos de som excessivo em imóveis (casas, comércios, etc), quando a Polícia Militar, após aferir o volume em decibéis, lavrará o competente Boletim de Ocorrência e fará o encaminhamento a Secretaria de Urbanismo onde será lavrado o auto de infração e encaminhado ao proprietário do imóvel através do cadastro do imóvel no município.

Coleta de Lixo 

A prefeitura aumentará o no número de veículos na coleta do lixo ao longo de toda\ a temporada. O número de veículos dobrará (de 06 para 12 caminhões). A Secretaria de |Serviços Públicos instalará caçambas na orla de vários bairros: Praia Martin de Sá, Prainha, Porto Novo Centro, Cocanha, Mococa e serão disponibilizadas mais 10 caçambas. A limpeza das praias será feita diariamente. A prefeitura deverá coletar cerca de 7.100 toneladas no mês de janeiro( nos meses fora da temporada, coleta em média 3.500 toneladas). Em caso de solicitação de orientação ou serviço basta ligar para os telefones (12) 3885 4555 e 3885 4550

Praias

A prefeitura também aumentará a fiscalização nas praias, através da Secretaria de Urbanismo. As prioridades: combater os problemas com emissão de som e disposição de mesas e cadeiras na praia pelos proprietários de quiosques - coibindo-se os excessos. Não é proibida a colocação de mesas e cadeiras nas praias. O que há é uma prévia delimitação do espaço na areia que pode ser ocupado pelos quiosques que, guardadas algumas exceções é de aproximadamente 5m nas laterais por 15m de frente ou fundo (estabelecido pelo próprio Ministério Público Federal). O respeito a essa regra já vem sendo fiscalizada por esta Secretaria de Urbanismo (e continuará regularmente) através dos Fiscais de Posturas, que aplicam auto de infração ao quiosque que flagrantemente desrespeita a regra determinada. Com relação ao som, quem infringir as regras do sossego público poderá receber uma penalidade de multa no valor de 460 VRM's (cerca de aproximadamente R$ 1.191,40). As denúncias poderão ser feitas através do telefone (12) 3886-6060. Ou, junto à Polícia Militar através do "190". Haverá também fiscalização para coibir a presença de ônibus de turismo de um dia nas praias. Ônibus de turismo não podem estacionar nas praias. O trânsito e o estacionamento de ônibus e demais veículos na praia é de competência da Secretaria Municipal de Trânsito, que fiscaliza as irregularidades com a aplicação de multas com fundamento no Código de Trânsito Brasileiro. As denúncias sobre estacionamento irregular de ônibus de excursões podem ser feitas no telefone (12) 3886-6080

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

+ homenagens

Cidades

                          A nova Praça do Caiçara

Quem passa pela Praça do Caiçara- aquela que ainda está em obras, nos fundos do Museu Adaly Coelho Passos, para, para apreciar o trabalho do artista plástico Roberto Gallo. Ele é responsável pelos painéis e pela escultura que homenageiam o nosso caiçara. A obra é mais uma iniciativa do prefeito Antônio Carlos da Silva em homenagem a cidade e ao seu povo mais tradicional, os caiçaras.
Obra de Gallo no Camaroeiro.

Gallo, de 57 anos, trabalha com arte há 40 anos. A Praça do Caiçara está sendo seu terceiro trabalho na cidade. O primeiro deles, em 2013, foi o painel que homenageia os moradores do Camaroeiro, no bairro do Ipiranga, antigamente, conhecido como “Risca Faca”. O local era o reduto dos mais antigos caiçaras de nossa cidade. E, numa pequena praça, entre a avenida Brasil e a avenida Arthur Costa Filho, os painéis feitos por Gallo, retratam São Pedro e a temática caiçara: peixes, redes de pesca, barcos...

No início deste ano, Gallo, trabalhou em painéis de uma área desapropriada pela prefeitura nas proximidades do cemitério municipal, no bairro do Indaiá. Lá, ele trabalhou a temática caiçara, voltada para as lendas da cidade, como a que fala das riquezas do Rio do Ouro”, as formações rochosas, como a Pedra da Freira e, até mesmo, frases do hino da cidade, composto por Ricardo Navarro Magalhães.

“Caraguá é muito rica culturalmente. A cidade tem muitas lendas, estórias e tradições caiçaras que devem ser valorizadas”, comentou o artista. Segundo ele, quando está trabalhando as pessoas da cidade param para conversar e dar palpites.  “Sempre procuro atender as sugestões, principalmente, se elas são feitas por moradores tradicionais da cidade”, afirmou. Uma coisa chama a atenção do artista: nenhum de seus trabalhos foi danificado ou pichado. “As pessoas respeitam, sabem que se trata de arte, de cultura, que representa a tradição da cidade...”, disse.
Escultura do Caiçara

A atual obra de Gallo é talvez, a mais significativa. Afinal, trata-se de um espaço existente no Complexo Cultural Adaly Colho Passos, o mais importante espaço cultural da cidade. Ele diz que sente honrado em poder trabalhar naquele espaço, onde o prefeito Antônio Carlos homenageia os caiçaras. Antes, o prefeito fez valorizou e homenageou os caiçaras na Praça do Camaroeiro, onde foram instaladas esculturas em aço, simbolizando, os pescadores, tradicionais naquele bairro. Gallo trabalha há seis meses na nova praça Caiçara. Primeiro, ele fez a escultura do caiçara, que tem cerca de 2,40 metros de altura e que foi fundida em bronze pela fundição Friarte, de Piracicaba. A escultura pesa cerca de 300 quilos e quando finalizada ficará a cerca de 5 metros de altura. A obra foi colocada sobre uma rocha da nossa região. A escultura tem nome: “Honra ao Caiçara”.

painéis em baixo relevo

Gallo também é responsável pelos 70 metros de painéis feitos em baixo relevo em argamassa de cimento. Uma técnica, segundo ele, muito simples, mas que tem agradado a todos. Os painéis, segundo ele, tem uma curiosidade: ele também utiliza grafismo dos tupinambás, primeiros índios a frequentarem o nosso litoral. Nas gravuras, feitas em baixo relevo, merecem destaques representações da fauna e flora da região, pescadores puxando rede do mar, pescadores retirando a canoa da água, peixes como robalos, betaras e olhetes e aves, como o sabiá...Uma verdadeira obra de arte. Quando o trabalho for concluído e a praça inaugurada, a cidade ganhará uma nova atração turística.






O artista

Gallo trabalha com a argamassa.

Gallo é um artista plástico, com curso na PUC de Campinas e especialização em Florença, na Itália. Ele tem exposições e trabalhos realizados em várias cidades. O artista tem uma proposta das mais inovadoras: transformar construções em cimento em obras de arte. Sua apurada técnica construtiva, feita em baixo relevo e em argamassa de cimento, transforma, realmente, espaços e muros, em cenários dos mais interessantes. É, ver para crer...Ele define sua proposta como “criar cenários para atrair as pessoas a viverem e se apropriarem dos espaços públicos como se estivessem em um museu ao ar livre”. É realmente isso...Onde existia um simples muro, se transformou em uma obra de arte das mais ricas e comprometidas...Conheço o trabalho feito pelo artistas em vários hospitais. Neles, Gallo se dedicou a transformar espaços tristes em ambiente alegres e muito mais humanos. Isso é o que faz o verdadeiro artista. Nas obras executadas em Caraguá, ele demonstra profundo envolvimento e comprometimento, com a cultura caiçara.     

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Verão 2014/2015


Meio Ambiente

Incidência de raios no Litoral Norte deverá ser menor no verão 2014/2015

Raios no mar. Foto:VejaSP
O verão está chegando. Com ele chega também o período de maior incidência de raios no país. Segundo análises feitas pelo Inpe (Instituto de Pesquisas Espaciais) o verão 2013/2014 teve em média uma redução de cerca de 40% na incidência de raios, comparado com o mesmo período no verão 2012/2013. Aqui em Caraguá tivemos 2.618 descargas de raios no verão 2012/2013 e apenas 757 registros de descargas no verão passado (2013/2014), ou seja, uma redução de 71% na ocorrência de raios entre um verão e outro, média também registrada, nas cidades vizinhas São Sebastião, Ubatuba e Ilhabela.

Segundo o Elat(Grupo de Eletricidade Atmosférica), do Inpe, a redução na incidência de raios deve-se as mudanças climáticas e a longa estiagem registrada. Tudo indica que também haverá redução na incidência de raios no verão 2014/2015, principalmente, na região sudeste. Em média, registra-se por ano no país, 100 mortes de pessoas atingidas por descargas de raios. Este ano, entre janeiro e novembro, foram 84 mortes.

Aqui, no Litoral Norte, não ocorreu nenhuma morte por descarga de raio este ano. A última morte registrada por aqui, ocorreu em janeiro de 2009 na Fazenda Serramar. Um dos funcionários da fazenda, Wanderley Oliveira, de 36 anos, morreu após ter sido atingido por um raio. Anteriormente, tivemos o registro das mortes da adolescente Natalie Cafaffo Domingues, 12 anos, morreu após ser atingida por um raio na praia de Boracéia, a 60 quilômetros do centro de São Sebastião, em 1998; e, em fevereiro de 2001, do surfista Victor Hugo de Souza, 14 anos, morreu após ter sido atingido por um raio, na praia de Itamambuca, costa norte de Ubatuba. 

Nas cidades litorâneas as pessoas devem tomar alguns cuidados especiais para se protegerem dos raios. O ideal é sempre procurar abrigo em um carro, um quiosque ou uma casa. Nunca, durante uma tempestade, deve-se entrar no mar, achando que a água é um local seguro. Muito pelo contrário: segundo orientações do Elat (Grupo de Eletricidade Atmosférica) a água salgada é um potente condutor de eletricidade. De acordo com o Elat, se a ação do raio no solo é de cerca de 100 metros, quando ele atinge a água do mar sua atuação passa a ser de até 5 quilômetros.  O blog já publicou algumas informações interessantes sobre raios. Relembre:


Veja algumas informações interessantes sobre os raios:

Raio e relâmpago são praticamente sinônimos. Segundo alguns dicionários, a diferença entre os dois está no fato de que o raio é apenas o clarão proveniente da descarga elétrica entre uma nuvem e a terra, enquanto o relâmpago é, também, a descarga entre duas nuvens. Já o trovão é o estrondo produzido pelas descargas elétricas atmosféricas.

Raio é uma corrente elétrica muito intensa que ocorre na atmosfera com típica duração de meio segundo e típica trajetória com comprimento de 5-10 quilômetros. Ele é conseqüência do rápido movimento de elétrons de um lugar para outro. Os elétrons movem-se tão rápido que eles fazem o ar ao seu redor iluminar-se, resultando em um clarão, e aquecer-se, resultando em um som (trovão).

Relâmpagos ou raios podem ser perigosos. A chance de uma pessoa ser atingida por um relâmpago é algo em torno de um para um milhão. Entretanto, a maioria das mortes e ferimentos não é devido à incidência direta e sim a efeitos indiretos associados a incidências próximas ou efeitos secundários dos relâmpagos.

A corrente do relâmpago pode causar sérias queimaduras e outros danos ao coração, pulmões, sistema nervoso central e outras partes do corpo, através de aquecimento e uma variedade de reações eletroquímicas. A extensão dos danos depende da intensidade da corrente, das partes do corpo afetadas, condições físicas da vítima e condições específicas do incidente.

Cerca de 20 a 30% das vítimas de relâmpagos morrem, a maioria delas por parada cardíaca e respiratória, e cerca de 70 % dos sobreviventes sofrem por um longo tempo de sérias seqüelas psicológicas e orgânicas. As seqüelas mais comuns são diminuição ou perda de memória, diminuição da capacidade de concentração e distúrbios do sono.  

Prevenção contra raios


-Entre num carro com capota de metal e ali permaneça. Os pneus do carro funcionam como isolantes.
-Evite lugares  descampados (praias,  campos de futebol etc).
-Os raios normalmente procuram pontos mais altos e, nesses lugares, sua cabeça pode ser o alvo. Se estiver em campo aberto, permaneça agachado. Não se deite no solo, pois a terra úmida é condutora de eletricidade.
-Se estiver dentro da água, saia. Não permaneça na praia.
-Se estiver em campo aberto, permaneça agachado. Não se deite no solo, pois a terra úmida é condutora de eletricidade.
-Nas tempestades, evite o mar e as piscinas. Não utilize o celular ou qualquer aparelho de radiocomunicação durante uma tempestade.
-Fique longe de torneiras e canos, pois quaisquer desses objetos podem conduzir eletricidade. Não use o telefone, exceto em caso

sábado, 13 de dezembro de 2014

Reciclagem


Economia

Crise na economia e queda na venda de jornais  prejudicam a reciclagem.
Catadores em dificuldades

A economia em crise- com queda nas vendas do comércio de uma maneira geral e, a redução no consumo de jornais e revistas, por causa da internet, estão prejudicando e muito as empresas e ongs que vivem da reciclagem. A atividade, normalmente, praticada por ONGs (organizações não governamentais), vive um de seus piores momentos. As empresas não conseguem vender os materiais reciclados (papelão, papel branco, jornais, revistas e outros produtos), por causa do estoque ainda existentes nas empresas que reutilizam o material. Com os estoquem em alta, os preços caíram e muito. Por causa desses problemas, muitas ongs  enfrentam dificuldades para manter seus programas sociais, que visam, por exemplo, recuperar homens e mulheres que viviam nas ruas e dependentes de álcool ou drogas.  

Com a crise econômica, despencou e muito a venda de  geladeira, TVs, fogões, sofás e outros produtos, cujas mercadorias são embaladas em caixas de papelão. O papelão garantir que o produto não seja danificado no transporte entre a fábrica e as lojas e, das lojas para a casa do comprador. Esse papelão recolhido catadores de rua e vendidos as cooperativas de reciclagem, são comercializados com ás usinas, que processam o material, produzindo o novo papelão, que será utilizado novamente pelas fábricas nas embalagens de seus produtos. A produção do papelão parou. 
Por sua vez, com a internet, caiu e muito a venda e consumo de jornais e revistas. Já há um bom tempo o setor de jornais e revistas vive uma crise das maiores. Hoje, não é preciso mais assinar jornais ou revistas e, nem mesmo, ir até a banca comprá-los, basta apenas clicar nas redes sociais e se obtém, gratuitamente, as principais noticiais ou fofocas do dia. Os jornais e revistas usados sumiram das lixeiras e das calçadas. A situação é bastante crítica para as empresas jornalísticas e, também, para “os catadores”, que dependem do produto para sobreviver.
preço do papelão caiu muito

 Aqui, em Caraguá, a Ong Maranata, hoje, transformada em cooperativa, trabalha há muitos anos na reciclagem utilizando antigo “moradores de rua”. Há seis meses, onze deles, se integraram a cooperativa, que tem apoio da Prefeitura de Caraguá, através da Secretaria do Meio Ambiente. A prefeitura cedeu o galpão, o caminhão e ainda fica responsável pelo gasto com a água e a energia.  Antes da crise econômica, a Maranata distribuía cerca de R$ 900,00 para cada um de seus cooperados. Hoje, com a queda no faturamento e, nos preços, a remuneração dos cooperados caiu para a metade, cerca de R$ 500,00 mensais.

A coordenadora da Maranata, Teko Rojas, explica que se os consumidores não compram TV, geladeira, fogão, sofás, as fábricas não precisam  investir na compra do papelão. O estoque deles(fábrica) de papelão continua muito grande. Segundo ela, tem usina que compra material da reciclagem que tem mais de 100 mil toneladas de papelão estocados há muitos meses e, que por isso, não tem comprado material das empresas recicladoras. Com isso, os preços caem e muito. Antes da crise a gente pagava R$ 0, 37 o quilo; hoje, o quilo custa R$ 0,15, ou seja, o preço caiu mais da metade. Segundo ela, o problema é que, mesmo com o preço em queda, o produto continua estocado na Maranata, pois as usinas (que compram os materiais da reciclagem) também estão “abarrotados” de papelão para serem reciclados.

Maria Cristina, da Reciclagem Caraguá, no bairro do Sumaré, também em Caraguá, disse que nunca tinha visto uma crise tão feita assim. Ela trabalha há 30 anos com a reciclagem. “Antes, as usinas-empresas que compram o material da gente, encerravam suas atividades no dia 20 de dezembro; hoje, devido a crise e com muito material estocado, as usinas encerraram suas atividades no dia 1º de novembro. Tá difícil”, afirmou ela.   

Internet

Teko deu uma informação das mais interessantes. A Maranata tem conseguido 500 quilos de jornal por mês. Antes, o estoque era em média de 2 toneladas/mês. A reciclagem de jornal e  revista caiu tanto que todos os dias aparecem na Maranata donos de açougues e de clínicas veterinárias para comprar jornal velho, material utilizado para embrulhar carne(açougues) e na higiene animal (clínicas). Teko explica que o uso da internet não fez reduzir apenas  o papel jornal e o papel revista,mas também, o papel branco, o sulfite, antes muito utilizado nos escritórios. “Com a internet, caiu e muito o uso do papel sulfite”, comentou ela. Teko tem tentado conseguir os papéis utilizados nas provas do Enem. Segundo ela, seria uma maneira de conseguir muito papel e melhorar a arrecadação da cooperativa.     

Para que a arrecadação da Maranata não prejudique o projeto social, a entidade está fazendo apelo para que várias entidades encaminhem material para ser reciclado no local. ‘A cooperativa depende de doação, caso contrário ficará difícil mantê-la”, adiantou. As pessoas podem doar papel, papelão, alumínio, ferro, enfim tudo aquilo que não utiliza mais (geladeira, fogão, micro-ondas, sofás...). A Marinata tem um caminhão para fazer o recolhimento. Basta ligar para o telefone 3883-2388. A Marinata tenta também projetos inovadores, um deles é o do recolhimento da lâmpada de mercúrio, com aproveitamento do mercúrio e do alumínio, em parceria com a empresa Ativa.    

Crack

Um dos materiais mais utilizados na reciclagem também enfrenta muitos problemas. Trata-se da “latinha”. Hoje, tá muito difícil das pessoas jogarem o material no lixo. A latinha tem sido um material dos mais reaproveitados, seja nas casas, nos comércios...Os funcionários dos estabelecimentos e até mesmo as empregadas domésticas estão aproveitando o uso do material para aumentar seus rendimentos mensais. Nas ruas, os usuários de drogas usam a latinha para fumar crack. Outros, vendem as latinhas, para comprar a droga. O maior problema e que para “faturar mais” eles colocam pedras ou areia no interior das latinhas, para aumentar o peso do material e ganhar mais...O quilo da latinha custa atualmente, R$ 2,80. Antigamente, chegou a custar R$ 3,50. 

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Respeito Caiçara


Política

                      O prefeito e os caiçaras
Antônio Carlos e o vice Júnior com Jair Nunes de Souza.
 
Fico muito feliz quando vejo uma obra pública receber o nome de um de nossos antigos moradores. É uma maneira de se resgatar a história e, principalmente, prestar uma homenagem aos antigos caiçaras e famílias tradicionais, que de uma maneira ou de outra, colaboraram para que Caraguá  se transformasse na cidade que é hoje. O prefeito Antônio Carlos, numa atitude, muito generosa, há muito tempo vem homenageando caiçaras e moradores, já falecidos e, outros, ainda em vida. Isso vem ocorrendo desde 1997, com homenagens feitas a pescadores, famílias tradicionais, políticos, comerciantes, empresários, professores, médicos, esportistas e músicos que tiveram seus nomes concedidos em escolas, creches, centros comunitários, postos de saúde, praças, ginásio de esportes, ruas e avenidas...Muita gente foi lembrada, entre elas, Benedito Inácio Soares, Messias Mendes de Souza, Jair Nunes de Souza, Aldo Navarro Magalhães, professor João Batista Gardelin, professora Antônia Antunes Arouca, José Bourabeby... Os caiçaras e as famílias tradicionais de Caraguá, mantém uma grande admiração pelo prefeito, pelo o que ele fez e faz pela nossa cidade e, também, por essas homenagens. 
Prof. Gardelin, nome de escola

Antônio Carlos demonstra profundo respeito pelos moradores mais antigos de nossa cidade. Foi através de caiçaras e famílias tradicionais, que ele  começou seu envolvimento com a política por aqui. Lembro dos apoios dados pela família Santana, no Porto Novo; a família Carlota, no Massaguaçu, os Mendes de Souza, no Centro... Perdeu sua primeira eleição e venceu todas as outras cinco(em 2006, foi eleito deputado estadual) que disputou. Em seu primeiro mandato de prefeito(1997/2000), começou a valorizar os caiçaras e as famílias mais tradicionais, em obras e através da Fundação Cultural, a Fundacc, que passou a gravar vídeos e a publicar livros com histórias e depoimentos dos moradores mais tradicionais. 

Ao longo de seus 14 anos como prefeito ( Antônio Carlos está prestes a encerrar seu segundo ano, em seu quarto mandato) nada mudou. Ele continua homenageando os moradores mais tradicionais. Trata-se de uma gratidão, um respeito à aqueles moradores que sempre lutaram pela cidade, em épocas difíceis, como, por exemplo, a década de 60, quando a cidade foi atingida pela catástrofe de 67 e ficou quase que reduzida as cinzas.  O prefeito gosta também de homenagear os ex-prefeitos. Ele reconhece que administrar a cidade, no passado, sempre foi muito difícil. Não havia orçamento suficiente sequer para pagar os funcionários. Inaugurar uma obra, como um posto de saúde ou uma sala de aula, dependia de recursos destinados pelo Estado. Por isso, o respeito de Antônio Carlos para com os ex-prefeitos Matheus, Silvio Luiz dos Santos, Boneca, Jair Nunes, Bourabeby, Trombini... Poucos sabem, mas antes de inaugurar suas obras, sempre foi comum Antônio Carlos, pessoalmente, levar ex-prefeitos, entre eles, Jair, Bourabeby e Zé Dias para conhecerem o local. O prefeito sempre gostou de saber a opinião deles sobre a obra e, aceitava críticas e sugestões.
Orla de Caraguá

Por outro lado, os caiçaras e as famílias mais tradicionais, são os que mais reconhecem o trabalho do  prefeito. Todos sabem que Antônio Carlos mudou a cidade da água para vinho. Tudo começou a mudar já em sua primeira gestão. Aquela cidade- como sempre lembra o próprio prefeito, "conhecida como o patinho feito do Litoral Norte", na qual o turista só parava, para comprar água e ir ao banheiro, antes de seguir viagem em direção à Ubatuba e São Sebastião, acabou se transformando numa das cidades de melhor infra-estrutura do litoral paulista. A orla com avenidas duplicadas, urbanização, iluminação, calçadão e ciclovia é referência nacional. Os bairros, praticamente, todos, pavimentados e, com iluminação, água e saneamento básico. Pontes, todas de concreto.  E, mais, todas as regiões com escolas modernas e creches; ginásios de esportes cobertos, campos de futebol e piscinas; oficinas culturais, onde se aprende música, teatro, balé...A saúde vem melhorando a cada dia...

Muitas das pessoas que se mudaram para cá a partir de 2004, ou seja, nos últimos dez anos, desconhecem o quanto a cidade cresceu e evoluiu. E, boa parte deles, principalmente, aqueles que vieram de grandes centros- de capitais ou de cidades de médio ou grande porte, nada ou pouco sabem, sobre como era a cidade até 1997 e, como ela mudou e se modernizou, a partir das intervenções feitas pelo prefeito Antônio Carlos.  A cidade evoluiu tanto, que tem gente com "saudade" de antigamente, mas isso é outra estória. Não tem como impedir o desenvolvimento. O que o prefeito cobra é crescimento com boa qualidade de vida. 

A cidade cresceu e a vida dos nossos moradores melhorou e, muito. É claro, ainda tem muita coisa para ser feita, mas é sempre bom relembrar alguns números.  Vejam: Na Educação, em 1997, tínhamos poucas escolas e 3 mil alunos na rede municipal; hoje, são quase 19 mil alunos e 47 unidades escolares. No Esporte, tínhamos há 17 anos apenas um ginásio coberto, hoje, são 22 ginásios de esportes onde mais de 15 mil pessoas praticam atividades esportivas. Os caiçaras viram de perto toda essa transformação...Poucos, dos que chegaram aqui, a partir de 2004, sabem o quanto nossa cidade melhorou...O prefeito nunca gostou de investir em publicidade, nunca se interessou em divulgar para fora da cidade o que fez e faz por ela...Por isso, boa parte das pessoas, que vieram residir aqui entre 2004 e 2014, acredita que Caraguá sempre foi a cidade com melhor infraestrutura do Litoral Norte.
Praias despoluídas 

Muita gente, desconhece, que quando Antônio Carlos assumiu a administração, a cidade tinha cerca de 16% de esgoto coletado e tratado; a maioria das praias impróprias para banho; e, lixo acumulado para todo lado. Muitos desconhecem ainda, que em sua primeira gestão, o prefeito emprestou dinheiro do município para a Sabesp, para que a empresa agilizasse as obras de saneamento básico por aqui, numa atitude, até então, inédita no Estado. E, que, hoje, temos quase 80% de moradias com esgoto coletado e tratado, cerca de 95% de moradias atendidas com água de qualidade e quase 80% de ruas pavimentadas.  E, os investimentos não param. Conforme o prefeito falou ontem em sua prestação de contas na Câmara Municipal, nos dois próximos anos, muita coisa será feita...Entre elas, a orla do Massaguaçu; mais casas populares, mais investimentos em saúde, educação, cultura, esportes...E, em 2017, Antônio Carlos pretende deixar de vez a vida política, confiante de que Caraguá estará melhor ainda para se viver, visitar e investir...E, vai levar com ele, o reconhecimento de ter sido o melhor prefeito da história de nossa cidade.

     

 

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Fiscalização royalties


Política I
          Antônio Carlos presta contas, hoje, na Câmara Municipal.
Prefeito Antônio Carlos e o vice, Júnior.
 
Hoje, às 19 horas, o prefeito Antônio Carlos e o vice-prefeito Júnior, estarão na Câmara Municipal para prestar contas das realizações de 2014. O prefeito falará sobre obras e investimentos feitos nas áreas da Educação, Saúde, Social, Esportes, Cultura e Turismo. Ele também deverá dar informações e esclarecimentos sobre como andam os investimentos programados pelo Estado em nossa cidade e região, entre elas, o Hospital Regional, a duplicação do trecho de serra da Tamoios, os contornos da rodovia e as melhorias que devem ser feitas na rodovia Rio-Santos, no trecho entre Caraguá e Ubatuba. A maioria, reivindicações feitas pelo próprio prefeito ao governador Geraldo Alckmin.   
 
Política II
 
Câmara vota reajuste nos subsídios do prefeito, do vice, de secretários e dos vereadores.
  
Em sessão extraordinária prevista para ocorrer na tarde desta terça-feira os vereadores de Caraguá devem votar dois projetos que tratam de reajuste de 6,34% nos subsídios do prefeito, do vice e secretários municipais. O mesmo índice de aumento deverá ser aplicado no reajuste dos subsídios dos vereadores. Os novos subsídios, se aprovados, devem aumentar os vencimentos do prefeito de R$ 15.537,81 para R$ 16.522,90;  e, do vice-prefeito e dos secretários de R$ 10.043,30 para R$ 10.680,48. O subsídio dos vereadores deve passar de R$ 5.614,94 para R$ 5.970,92. Caso as propostas sejam aprovadas os novos subsídios entram em vigor a partir do dia 1º de janeiro de 2015.
 
 
Política III
 
Chininha e Carlinhos da Farmácia disputam presidência da Câmara de Caraguá.
 
A sessão desta terça-feira deverá ser uma das últimas a ser presidida pelo atual presidente do legislativo, vereador Neto Bota (PSDB). É que, no próximo dia 20, sexta-feira, deverá haver eleição da nova mesa diretora da Câmara Municipal e duas chapas se inscreveram para o pleito. Uma, encabeçada pelo vereador Chininha (PSB), que cumpre seu primeiro mandato, tendo como vice, a vereadora Vilma Teixeira (PSDB); como 1º secretário o Pedro Ivo (PSD) e como 2º secretário, o Lelau (PT).  A outra chapa, tem como candidato o vereador Carlinhos da Farmácia (PPS), em seu 4º mandato, tendo como vice, o vereador Tato Aguilar (PSD) e como 1º e 2º secretários, os vereadores Ceará (PR) e Julio Alves (PSB).  
Quatro dos sete vereadores, que não foram incluídos nas chapas, vão decidir quem será o novo presidente da Câmara; Celso Pereira (DEM), Aurimar Mansano (PTB), Lobinho (PSDB), Baduca (PDT), Loro Castilho (PR), Nenzão (PPS) e Neto Bota (PSDB). Na semana passada, tudo indicava que Chininha seria o eleito, graças aos acertos que teriam sido  agilizados pelo Neto bota, atual presidente. Na última sexta-feira, data final para registro das chapas, tudo mudou, com a inscrição da chapa do Carlinhos da Farmácia. Agora, tudo vai depender da negociação entre os candidatos e os demais vereadores. O prefeito Antonio Carlos continua sem interferir no processo, uma vez que, os dois candidatos pertencem a sua base de apoio no legislativo.   
 
 
 
Petróleo
 
      Ernane é reeleito presidente da Abramt
 
 O prefeito de São Sebastião, Ernane Primazzi (PSC), foi reeleito presidente da Abramt (Associação Brasileira de Municípios com Terminais Marítimos, Fluviais, Terrestres de Embarque e Desembarque de Petróleo e Gás Natural) para o biênio 2015/2016. A principal tarefa na condução da Abramt, de acordo com o prefeito, ainda é impedir que os municípios filiados à entidade tenham novas perdas de receita referente aos royalties. Hoje os municípios com terminais petrolíferos travam uma luta contra a aplicação da Lei 12.734/2012 que prevê novas regras de distribuição dos royalties, que atualmente esta suspensa, em caráter cautelar pelo STF (Supremo Tribunal Federal), que pode prejudicar as cidades que já tem em seu planejamento o recurso dos royalties, que é uma compensação para possíveis impactos ambientais. Em São Sebastião, com a nova partilha o prejuízo chega a casa dos R$ 80 milhões/ano, o que influenciará diretamente na prestação de serviços das áreas de Saúde, Educação, Assistência Social e Segurança.
 
Fiscalização
 
MPF vai fiscalizar destinação dos royalties em São Sebastião
 
 
Segundo informação do jornalista sebastianense Acácio Gomes, o MPF(Ministério Público Federal) em Caraguá, instaurou um inquérito civil para fiscalizar a destinação dos royalties de petróleo recebidos pela Prefeitura de São Sebastião. A fiscalização será feita sobre os investimentos do royalties nas áreas de Educação e Saúde, para saber se a prefeitura estaria respeitando a Lei 12.858, aprovada nop ano passado, que destina 75% dos royalties para a Educação e 25% para a Saúde.  O inquérito será presidido pelas procuradoras da República Sabrina Menegário e Maria Rezende Capuci. Segundo dados da ANP(Agência Nacional de Petróleo) entre janeiro e outubro deste ano a prefeitura sebastianense recebeu R$ 86,3 milhões em royalties.
 
Educação
 
Projeto coordenado por empresária da “Veja” atende 700 crianças em São Sebastião.
 
A empresária Maria Antônia Civita, da família proprietária da Editora Abril e da Revista Veja, esteve no Teatro Municipal de São Sebastião, no domingo, dia 7, para acompanhar os espetáculos de encerramento do projeto Verdescola, que atende mais de 700 crianças, entre 4 e 18 anos, na costa sebastianense.  Maria Antônia enalteceu a parceria entre o projeto, a Prefeitura e seus patrocinadores, entre eles, a Petrobras, Ministério da Cultura e o Bradesco. O projeto, que atende em média, 700 crianças em estado de vulnerabilidade social, é desenvolvido na Vila Sahy, em Barra do Sahy, Costa Sul do município. Segundo Maria Antônia, o projeto com educação em tempo integral, alfabetização, cursos de qualificação, arte, cultura, esporte e tem um trabalho diferenciado com pais de alunos por meio do Centro Paula Souza. “Nosso objetivo maior é educar e capacitar crianças para que tenham um futuro maravilhoso e estejam aptas para concorrer ao mercado de trabalho”, comentou. “Queremos formar vencedores”, concluiu.
Serviço: A sede do projeto fica na rua Marginal, 44,  Vila Sahy, telefones  (12) 3863-7130 / (11) 94173-9617 e-mail: sahy@verdescola.org.br
 
Verão
 
Secretaria da Saúde de Caraguá promoverá ações no Verão 
 
A Secretaria de Saúde de Caraguá irá adotar várias medidas para poder melhorar o atendimento ao longo do verão 2014/2015. Uma das medidas será o reforço do Samu, que entre o natal e o carnaval, contará com uma viatura de reforço. A Divisão de Saúde Coletiva vai intensificar a fiscalização, vistorias e trabalhos preventivos nas praias e no comércio em geral. As ações serão desenvolvidas em duas frentes: a Vigilância Sanitária irá fiscalizar e monitorar o comércio ambulante de alimentos; a Vigilância Epidemiológica, através do Centro de zoonoses, intensificará o combate ao mosquito transmissor da dengue, inclusive, nas casas de veraneio. Será feito um trabalho também no sentido de orientar as pessoas para que evitem levar seus animais para praia, bem como, para que não abandonem seus animais. A UPA terá reforço no atendimento.  Segundo estatísticas, o movimento na UPA aumenta cerca de 23% maior nos meses de janeiro e fevereiro, período de férias. Haverá ainda ações preventivas de saúde bucal em locais de grande movimentação de pessoas.        
 
Natal
 
Exposição “Presépios” acontece no MACC
 
O MACC – Museu de Arte e Cultura de Caraguatatuba apresenta a exposição “Presépios”. A mostra tem entrada franca e é composta pelo acervo particular de presépios do colecionador Valter Polettini, adquiridos em suas inúmeras viagens pelo Brasil e pelo mundo. São peças confeccionadas nas mais diferentes técnicas com materiais inusitados, como tecido, palha, fibra e madeira, entre outros, que representam o espírito natalino. A exposição pode ser visitada na segunda-feira, das 13h às 18h, e de terça-feira a sábado, das 10h às 18h. Até o dia 30 de dezembro o MACC ficará aberto de terça-feira a domingo, das 13h às 21h. O MACC está localizado no Polo Cultural Professora Adaly Coelho Passos, nº 72, na Praça Dr. Cândido Motta, no Centro de Caraguá. Mais informações: (12) 3883.9980 ou www.fundacc.com.br.

OVNI

Internauta filma possível OVNI em Caraguá

Um internauta postou no You Tube um vídeo sobre a possível aparição de um OVNI(Objeto Voador Não Identificado) em Caraguá. O vídeo foi feito no estacionamento do  Serramar Shopping na noite de domingo ou segunda-feira. O vídeo feito talvez em um celular mostra um objeto iluminado no céu se locomovendo da região central de Caraguá em direção aos fundos da Fazenda Serramar. O trajeto feito pelo objetivo iluminado é uma tradicional rota dos aviões comerciais que fazem a linha São Paulo/ Rio ou vice-versa. As aeronaves comerciais tem duas opções de voo: uma sobre a rodovia Presidente Dutra e a outra, navegando sobre a costa entre o Rio e Santos, de onde seguem sobre a Imigrantes até a capital paulista. De qualquer maneira o vídeo tem atraído a atenção de muitos internautas, principalmente, aqueles que se ligam em OVNIs.   
.